agencia nacional

 

Projeto europeu de formação docente e não docente com a premissa de melhorar o desempenho de profissionais que procuram o sucesso educativo dos alunos da unidade orgânica da EBS Tomás de Borba.

Resumo do Projeto - A Caminho do Sucesso
01-06-2018/ 31-05-2020

A EBSTB é uma escola que, para além de apresentar uma extraordinária abrangência, ao nível dos percursos de escolaridade, a sua localização numa comunidade insular serve realidades socioeconómicas muito distintas. Estas características foram previamente apontadas como determinantes para a especial complexidade da missão da escola e surgem como elementos explicativos para um quadro de insucesso escolar superior aos resultados nacionais.

Tomando esta análise como ponto de partida, o projeto visa consolidar competências teórico-práticas de gestão e organização escolar e desenvolver competências de gestão de práticas educativas, colaborativas e avaliativas, em contexto educativo formal e informal. Estas metas decorrem da necessidade de melhoria dos níveis de sucesso dos alunos e da necessidade de redução do absentismo e do abandono escolar precoce, dotando os alunos de qualificações que lhes permitam beneficiar da sua condição de cidadãos europeus, consolidando o saber científico sem deixar de reforçar o espírito de cidadania, de tolerância e de inclusão. Tendo em vista a melhor gestão das condicionantes inerentes à condição geográfica insular da nossa escola, e para que esta possa servir todos os seus públicos, são estes os objetivos do projeto A Caminho do Sucesso.

O projeto prevê a mobilidade de 24 participantes distribuídos por 15 cursos de formação. Tendo por base um formulário de pré-inscrição, os participantes foram selecionados atendendo à justificação e motivação apresentada para o curso de formação selecionado, bem como a sua visão para concretizar a disseminação tão crucial para a nossa escola. Os participantes revelam interesse e entusiasmo neste projeto por reconhecerem que a seleção de cursos de formação terá impacto nas atividades educativas.

As atividades de mobilidade implicam deslocações a nove países nos quais encontramos cursos de formação cujos conteúdos se ajustam às necessidades diagnosticadas inserindo-se, os mesmos, nos seguintes tópicos: combate ao insucesso escolar; redução do abandono escolar precoce; literacia digital; educação e gestão curricular; estudos de arte e cultura, ética e filosofia; cidadania ativa, dimensão europeia; educação física, saúde e atividades ao ar livre; educação e cuidados na infância e formação de professores em língua francesa.

A preparação desta candidatura e desenho do projeto decorre da autoavaliação realizada no final do ano letivo 2016-2017, a qual levou a escola a equacionar soluções ainda não aplicadas, nomeadamente, a busca de metodologias inovadoras já implementadas noutros países, que possam ser formalmente adequadas à realidade da nossa escola e que consubstanciem uma mudança positiva, entusiástica e satisfação da comunidade educativa. Com os objetivos descritos em mente, a equipa responsável pela candidatura procedeu à pesquisa de cursos de formação que, em consciência, poderão impulsionar a escola numa direção que se pretende de sucesso nas suas dimensões curricular e de cidadania ativa. Após a apresentação dos cursos ao pessoal docente e não docente, os interessados em colaborar com este projeto manifestaram a sua intenção, através do preenchimento de uma pré-inscrição cujos campos mais relevantes equacionam: justificação e enquadramento no projeto; motivação para frequência do curso de formação; impacto na prática educativa e estratégias de disseminação. O júri de seleção constituído pela entidade formadora, equipa ProSucesso e conselho executivo reuniu, verificou as candidaturas, seriou os candidatos e afixou uma listagem de cursos de formação e participantes selecionados que serão chamados a assinar um termo de responsabilidade. A entidade formadora da escola estabeleceu contactos com outros estabelecimentos de ensino com projetos a decorrer/organizações de acolhimento que oferecem cursos de formação nas áreas de melhoria assinaladas, contactos com a Agência Nacional, dos quais deu conta à restante equipa de trabalho. Como preparação das ações de mobilidade, o grupo de trabalho constitui-se como eixo de distribuição de informação entre as organizações de acolhimento e os participantes, mantendo contacto direto e constante de modo a que todo o processo se desenrole com a segurança e conforto que geram motivação e confiança de todos os envolvidos. Após as ações de mobilidade, estão programadas reuniões entre os órgãos mencionados e os participantes por forma a definir e implementar a disseminação e respetiva avaliação a curto e médio prazo.

A concretização dos objetivos descritos responde às motivações iniciais do projeto e terá um impacto positivo no desempenho escolar dos alunos e na perceção da escola pela comunidade. Pretendemos apresentar a escola como motor de mobilidade social e inclusão e centro gerador de proficiência.